"Tentei culpar o universo, até cheguei a supor que ele não estava a nosso favor. Culpei as estrelas, as fases da lua, e os ventos do destino. Joguei nossa culpa em cima de tantas coisas que não faziam menor sentido. O universo nem percebe nossa existência. As estrelas nem vivem mais, a lua é fria e neutra, e, o vento só faz tudo fluir suavemente. A culpa era nossa, sempre será. O orgulho tomou a voz da razão, negou o que havia dentro do nosso coração e agora vivemos a saudade, ou, melhor dizendo, sobrevivemos a dor provida dela."

Uma escolha mal feita, dois corações partidos. Dois tons de amor. (via trovejo)

(Fonte: doistonsdeamor, via missdior-the-story-of-us)

  • friend: you really need to go outside
  • me: send me the link